Casa

Biodigestor Residencial

Disponibilidade: Em estoque

R$1.999,00

Trate resíduos domésticos com o Biodigestor Residencial! Abasteça o biodigestor residencial com restos de alimentos, grama, fezes de pet, galinha, porcos, biomassa em geral, e produza o equivalente a 1 botijão de gás de cozinha e 20L de biofertilizante para adubação de hortas. Possui efeito inseticida.

*
R$1.999,00

O biodigestor residencial é uma solução rápida, eficiente e de baixo custo para o tratamento de resíduos orgânicos em sua residência, seja ela urbana ou uma pequena propriedade rural, pois além de tratar os resíduos domésticos, ele gera economia com a produção do biogás, substituindo o gás de cozinha, e ainda produz um biofertilizante de ótima qualidade.

Depois de abastecidos com restos de alimentos, grama, fezes de pet, galinha, porcos e biomassa em geral, podem produzir 20 litros de biofertilizante, o equivalente a 1 botijão de gás de cozinha por mês de alta suficiência energética.

Acompanha:

  • Biodigestor Tubular: 1,80 x 1,00 m
  • Geotêxtil
  • Tubo de entrada: 250 mm
  • Tubo de saída do Biofertilizante: 250 mm
  • Válvula de alívio
  • Fogareiro de 1 boca (acompanha mangueira de 3m e registro)

Ligação com o fogão:

O biodigestor é dividido em 2 partes.

O digestor anaeróbico (onde se concentram as bactérias e os resíduos orgânicos) e o gasômetro na parte superior (que armazena o gás gerado). Há uma saída de gás no gasômetro, assim, o biogás é transportado através de uma mangueira até o queimador.

É necessário adaptar o bico de entrada do fogão tradicional pois o bico de passagem do biogás é de maior diâmetro, devido a pressão ser baixa, já para o fogareiro que acompanha, não há a necessidade de adaptações.

Resíduos:

Pode-se colocar dentro do biodigestor residencial qualquer biomassa, com exceção de minerais (areia, pedra, etc. - Minerais são inorgânicos), você pode inserir grama, restos de alimentos, fezes de animais e de humanos, entre outros.

Alimentação:

Toda matéria orgânica inserida no biodigestor servirá de alimento para as bactérias, essas bactérias se alimentam dessa matéria orgânica, gerando o biogás e o biofertilizante.

Para que esse processo seja mais rápido e eficaz, o ideal é que a biomassa passe por um moedor antes de ir para o biodigestor, pois quanto menor for a partícula, mais rapidamente será deteriorada e gerará mais gás.

Produção:

Em média se demora 30 dias para iniciar a produção de gás.

Distância:

O biodigestor não possui cheiro, dessa forma, ele pode ficar até 10 metros próximo da residência. Acima disso, será necessário uma mangueira com diâmetro maior, para compensar as perdas de pressão da tubulação.

Local para instalação:

O local para instalação deve ser aerado e ensolarado, pois o biodigestor necessita da luz e do calor do sol para que as bactérias se multipliquem mais rapidamente.

Manutenção:

Não é necessário nenhum tipo de manutenção. Apenas observe eventualmente as tubulações para evitar vazamentos.

Retirada:

É possível realizar a retirada do biofertilizante coletando-o com algum recipiente menor que o tubo. A quantidade de biofertilizante é diretamente proporcional a quantidade de resíduos inserida no biodigestor, ou seja, você alimenta o volume de 1 balde (20L) por dia, então gerará 20L de biofertilizante.

Descarte do biofertilizante:

Você perderá um material rico em nutrientes (N, P, K), que pode ser utilizado para irrigação de uma horta, por exemplo, porém, se for a necessidade do descarte, o biofertilizante pode ser descartado em qualquer local de descarte líquido, exceto rios e nascentes em geral.

Fabricante Recolast

Queremos saber sua opinião

As emissões de CO2 do frete, a gente neutraliza para você!

Saiba mais!
Scroll to Top